terça-feira, 24 de maio de 2016

Salada de Fruta


Salada de fruta é uma coisa que toda a gente sabe fazer, hoje trago uma dica para criar uma calda perfeita, há quem goste ao natural, há quem goste só com calda, cá em casa gostamos das duas maneiras mas é claro que com uma calda as coisas ficam mais gostosas, o que eu faço é meter 4 colheres de açúcar e um copo de sumo natural de frutas.

Nesta usei:

Meia lata de pêssego;
Meia lata de ananás;
2 kiwis;
4 bananas;
2 maçãs;
2 pêras;
4 colheres de sopa de açúcar;
1 copo de sumo de tutti frutti (usei da Compal);
Sumo de meio limão;

Misturei tudo e levei ao frigorífico para ficar bem fresquinha.




segunda-feira, 23 de maio de 2016

Bom Tempo


Sábado fez um dia lindo, já Domingo foi uma desgraça, mas no sábado lá deu para aproveitar o sol e sair mais um churrasquinho, umas lindas sardinhas grelhadas com batata cozida e pimenta, com um bom vinho fresco a acompanhar.
Finalmente já começamos a ter jardim a relva já está a crescer e as flores já dão o seu encanto, falta ainda as palmas ficarem em flor.









Cheesecake de Morango e Bolacha Belga


Há várias maneiras de fazer esta sobremesa, esta é a que eu faço cá em casa e faz muito sucesso. Esse fim de semana fiz e já não sobra nada. Tinha uns morangos fresquinhos do quintal dos meus pais e usei-os para fazer esse cheesecake. Gosto de usar a bolacha belga porque é mais amanteigada.

Ingredientes:

1 pacote de bolachas belgas (usei do Pingo Doce);
2 colheres de sopa de manteiga;
1 pacote de queijo philadelphia;
2 pacotes de natas;
4 colheres de sopa de açúcar;
2 folhas de gelatina;
1 pacote de gelatina de morango;
Morangos q.b.;

Preparação:

Começa-se por preparar um pacote de gelatina conforme a embalagem e vai ao frigorífico até começar a solidificar.
Num robot de cozinha tritura-se as bolachas, derrete-se a manteiga e adiciona-se ás bolachas e mexe-se bem até ficar tudo ligado. No prato que irá servir mete-se o aro da forma e as bolachas e pressiona-se para criar a base, vai ao frigorífico para solidificar.
Bate-se as natas em chantilly e mete-se o açúcar, bate-se bem, adiciona-se o queijo e bate-se novamente, desfaz-se as folhas de gelatina (depois de hidratadas) em água quente e junta-se ao creme, mete-se na forma e vai novamente ao frigorífico até ficar mais duro.
Bate-se com a vara de arames a gelatina para ficar mais amolecida, corta-se os morangos ás rodelas e põe-se por cima do creme, mete-se depois a gelatina e vai novamente ao frigorífico.
Para desenformar passa-se uma faca em redor entre a forma e o cheesecake, abre-se o aro e está prontinho.

O truque aqui é na gelatina ela deve de estar meia solida pois caso contrário irá derramar.






sexta-feira, 20 de maio de 2016

Bacalhau em cama de Batatas e Cebolada


Adoro uma boa receita de bacalhau, aprendi a fazer este com a minha mãe, que em dias de festa e em fins de semana (principalmente ao Domingo) costumava e costuma a fazer essa comida com frequência, não tenho a certeza se já meti essa receita ou não mas mesmo que já a tenha publicado deixo novamente pois é um prato que fica muito bom. É fácil de fazer e rende bastante, foi o nosso jantar de ontem e soube mesmo bem.

Ingredientes:

8 batatas;
5 ovos;
Bacalhau (usei duas embalagens daquele que já vem desfiado);
4 cebolas;
2 colheres sopa polpa tomate;
Azeite e pimenta preta q.b.;

Preparação:

Mete-se o bacalhau demolho até retirar uma grande parte do sal fazendo lavagens e mudas de água.
Coze-se o bacalhau e os ovos, retira-se e deixa-se arrefecer. Na água da cozedura do bacalhau coze-se as batatas cortadas em rodelas.
Numa frigideira faz-se um refogado com a cebola partida em meias luas finas com o azeite e a polpa de tomate, tempera-se com um pouco de pimenta preta, devem de meter um bom bocado de azeite pois esse azeite é que irá servir de molho e dar mais sabor à comida.
Depois começa-se a montagem, num pirex mete-se uma camada de batata, uma camada de bacalhau metade da cebola e do molho, corta-se 3 ovos em rodelas também e dispõe-se por cima, depois fazemos novamente a batata, o bacalhau, a cebola e o molho e os restantes 2 ovos parte-se as claras em bocadinhos e esfarela-se as gemas por cima, vai ao forno até dourar.

Desta vez não meti azeitonas mas tem vezes que ponho, portanto se quiserem é só acrescentar à receita.



quinta-feira, 19 de maio de 2016

Gelado de Canela e Bolacha Mulata


O melhor, o mais saboroso, o mais gostoso, o mais tudo, o meu preferido e também já se tornou o preferido do meu marido.
Um gelado que quando se começa a comer não se deixa nada na taça, feito com as bolachinhas de cá as Mulatas da Moaçor que ainda tornam o gelado mais especial, não vale a pena trocar por outra bolacha porque não irá ficar igual. A canela não fica muito forte, pois o doce do leite condensado e o chocolate da bolacha corta a intensidade dela.

Ingredientes:

2 pacotes de natas (400ml);
1 lata de leite condensado;
1 pacote de bolacha Mulata;
1 colher de chá rasa de canela;

Preparação:

Parte-se as bolachas com as mãos o mais pequeno que se conseguir, é uma bolacha dura não é muito fácil, mas o objectivo é que fique com pedacinhos de bolacha para se ir trincando.
Bate-se as natas ligeiramente e adiciona-se o leite condensado, bate-se muito bem até ficar um creme fofo, com a vara de arames mistura-se as bolachas e a canela e vai ao congelador.

Depois é só tentarem de parar de o comer!!!





quarta-feira, 18 de maio de 2016

Carne Vaca Assada com Arroz de Ervilhas e Açafrão no Forno


Este fim de semana celebrou-se donde moro as festas em louvor ao Divino Espírito Santo, e como habitualmente ficamos com uma pensão, aqui a pensão é composta por um saco de carne, um bolo de massa, um pão de ló e uma garrafa de vinho, no saco da carne tinha uma linda peça para assar com o osso no meio, era enorme, depois de pronto deu para 2 refeições e ainda cresceu carne que desfiei e congelei para depois usar.

Ingredientes:

Para a carne:
1 peça de carne de vaca para assar;
2 copos de vinho branco;
1 colher sobremesa de alecrim;
2 folhas de louro;
1 colher de sobremesa de pimentão doce;
1 colher sopa massa de alho;
1 colher sopa massa de pimentão;
Sal e pimenta q.b.;

Para o arroz:
1 medida de arroz;
3 medidas e meia de água;
1 mão cheia de ervilhas;
1 colher de sobremesa de açafrão das índias;
1 caldo de legumes;
1 cebola;
1 dente de alho;
Sal e azeite q.b.;

Tempera-se a carne com todos os ingredientes e deixa-se ficar pelo menos 1 dia a repousar, eu deixei 1 dia e meio no frigorífico num tupperware fechado com a tampa, depois disso mete-se a carne e a restante marinada num tabuleiro rega-se com azeite, tapa-se com folha de alumínio e vai ao forno a cozinhar. Quando a carne já estiver bem adiantada faz-se o arroz. Num tacho refoga-se a cebola picada e o alho num pouco de azeite adiciona-se o arroz e as ervilhas e deixa-se fritar um pouco, mete-se o açafrão, a água, o caldo tempera-se com um pouco de sal pois o tempero do caldo não vai ser suficiente e deixa-se o arroz cozer, mas não por completo, deve de ficar meio cozido e bem molhadinho, transfere-se para um tabuleiro de ir ao forno, retira-se a folha de alumínio da carne e mete-se o arroz no forno em conjunto com a carne. O arroz irá acabar de cozer,secar e ficar douradinho.





terça-feira, 17 de maio de 2016

Creme de Alface e Couve Flor


Ultimamente tudo o que é sopa tem que levar "massinhas" como diz a minha princesa, seja sopa ralada ou inteira, para ela comer tem que ter as suas "massinhas", por isso podem fazer esse creme sem massas nenhumas e optarem por acompanhar com uns croutons.

Ingredientes:

1 alface;
1 couve flor;
2 batatas;
1 cebola;
Sal, azeite e água q.b.;

Preparação:

Lava-se bem o alface e a couve flor pica-se aos bocados e vai a cozer com as batatas e a cebola em água temperada de sal.
Depois de tudo bem cozida tritura-se com a varinha mágica, adiciona-se o fio de azeite e envolve-se bem na sopa.
Se quiserem meter massas, antes de meter o azeite mete-se a massas vai ao lume a cozer e depois de pronta então mete-se o azeite.

Uma sopa bem leve e que fica bem saborosa.





Do Fim de Semana

Um bocadinho do meu fim de semana, que foi prolongado com o feriado regional na segunda, e com o bom tempo que esteve andamos a experimentar a churrasqueira que ainda não tinha sido inaugurada. Já temos as cadeiras na varanda e na parte de trás a mesa com o guarda sol, só fica faltando mesmo montar é a piscina.
E que venha o bom tempo que é de sol que andamos a precisar.
Um rico fim de semana com a companhia dos meus amores











quinta-feira, 12 de maio de 2016

Lombo de Porco Assado com Batata Doce e Normal


Mais um assado desta vez foi um lombo de porco que ficou maravilhoso. Não gosto de tempo ruim mas a verdade é que até tem calhado bem para ir fazendo essas comidas mais reconfortantes.
Para fazer as batatas assadas misturei batata doce e normal e ficou excelente, o contraste do doce com os temperos e a batata normal é muito bom.

Ingredientes:

1 lombo de porco;
1 cerveja;
1 colher sobremesa rasa de paprika;
1 colher de sobremesa rasa de açafrão das índias;
1 colher sobremesa de massa de alho;
Sal, azeite e pimenta preta q.b.;
2 batatas doces;
3 batatas normais;
1 colher de chá de alecrim;
Alho em pó, sal refinado, pimenta preta e azeite q.b.;

Preparação:

Dá se uns cortes no lombo e mete-se a marinar com a paprika, o açafrão, a massa de alho,, o sal, a pimenta e a cerveja (o ideal é deixar de um dia para o outro). Num tabuleiro mete-se o lombo e o restante da marinada, rega-se com bastante azeite, tapa-se com folha de alumínio e vai ao forno. Quando o lombo estiver praticamente cozinhado, retira-se, corta-se ás fatias (uso a faca eléctrica porque assim a carne não se desmancha) e volta-se a meter no tabuleiro e vai novamente ao forno para acabar de cozinhar.
Para as batatas, descasca-se e corta-se aos cubos, salpica-se de sal, alecrim alho em pó e pimenta, adiciona-se o azeite e envolve-se tudo muito bem (usem as mãos) vai ao forno num pirex ou tabuleiro  tapadas com folha de alumínio até cozinharem e depois retira-se a folha para as batatas ficarem douradas.

No meu forno cabe os dois tabuleiros por isso meto o da carne e quando está +/- a meio da cozedura meto o das batatas e vai cozinhando tudo ao mesmo tempo.

Para acompanhar fiz ainda um arroz branco, que ficou muito bom com o molho da carne por cima.



quarta-feira, 11 de maio de 2016

Peixe Vermelho Assado com Tomate e Cebolas



Peixe assado no forno é daquelas comidas que me fazem ficar com um grande sorriso e que adoro comer, o cheirinho que dá a comida caseira é único e faz me lembrar sempre das comidas da minha mãe. Desta vez fiz uns peixinhos vermelhos e ficaram tão bons pena que as fotografias não tenham ficado a 100%.
Usei duas qualidades de cebolas a branca e a roxa porque a roxa dá um toque mais doce e as duas juntas ficam muito bem.

Ingredientes:

3 peixes vermelhos arranjados e escamados;
1 cebola pequena roxa;
1 cebola pequena branca;
4 dentes de alho;
Metade de uma lata de tomate aos pedaços;
Meio copo de vinho branco;
Sal, pimenta e azeite q.b.;

Preparação:

Tempera-se o peixe de sal, pimenta, os dentes de alho picados e o vinho e deixa-se repousar para tomar sabor.
Num pirex faz-se uma cama com as cebolas cortadas em meia lua, mete-se o peixe e o que sobra da marinada por cima, espalha-se o tomate por cima do peixe e também nos intervalos entre o peixe, rega-se com uma boa quantidade de azeite, tapa-se com folha de alumínio e vai ao forno.
A meio de cozedura retira-se a folha de alumínio e deixa-se acabar de cozinhar até o peixe ficar dourado, vai-se virando com cuidado o peixe para ficar com cor de ambos os lados.

Servi com batata cozida, meti um dente de alho a cozer juntamente com a batata para ficar com mais sabor.